Linha de separação


19 de março de 2015

Eis o paraíso para o PSD, o CDS, e ao qual o PS não diz NÃO…

As maravilhas do país do Prémio Nobel da Paz, Obama.Eis números que provavelmente deveriam assuntar os que acreditam na propagandistas de serviço… (1)
1.) A dívida dos EUA é 18,154 milhões de milhões de dólares.
Nota – Aumentou num ano cerca 1 milhão de milhões de dólares
2) Os custos nas universidades e propinas aumentaram 1 120% desde que os registos começaram em 1978.
3.) Nos EUA, 31,1% de todos os jovens entre os 18 a 34 anos vivem atualmente em casa com seus pais.
4.) Para obter uma quantia da ordem dos 400 dólares, 48% por cento dos americanos tem de pedir emprestado ou vender alguma coisa.
 5.) A dívida estudantil atingiu 1,2 milhões de milhões de dólares.
6.) Estima-se que  6.000 civis foram mortos pela polícia desde 2001
7.) Anualmente 12 milhões de americanos são sujeitos a alguma forma de emprisionamento.
8.) Basicamente 9,2 milhões de americanos estão desempregados, mas o que é assustador é que esse número não tem em consideração o subemprego o emprego a tempo parcial.
9.) Dependem dos pais financeiramente, 50% de todos os graduados da faculdade dois anos após concluírem a faculdade.
10.) Mantêm-se presos 2,4 milhões de americanos.(1)
Há algo de perversamente errado numa sociedade que cria 30 milhões de milhões de dólares em novas riquezas enquanto coloca mais 6 milhões de crianças com “food stamps”. Apesar disto, o programa de assistência alimentar foi cortado em 8,6 mil milhões de dólares, aumentando os subsídios para as grandes empresas agrícolas.
1 138 000 crianças estão sem abrigo enquanto 115.000 famílias tinham um rendimento de 10 milhões de dólares por ano. (2)
Quanto ao curriculum do Prémio Nobel da Paz falta fazer as contas às mortes de inocentes pelos drones, bombardeamentos no Iraque, Afeganistão, apoio à agressão á Líbia, aos massacres na Palestina, Ucrânia, Síria, apoio aos golpistas da Venezuela, etc, etc.

 

1 comentário:

Rogerio G. V. Pereira disse...

Depois de o Jerónimo ter usado uma expressiva dimensão estatística (o equivalente à população do distrito de Coimbra procurou fora o que não encontrou cá dentro) não passo ao lado desta forma de dar conta da realidade.
E esta... esmaga quem a não saiba!